quarta-feira, 25 de março de 2015

O Planeta Água Pede Socorro

Em novembro de 2004 escrevemos em nosso informativo uma matéria sobre a água, com objetivo de alertar que devemos nos preocupar mais com a manutenção de nossos rios, lagos e mares, os quais vêm sofrendo agressões irreparáveis.

Estamos repetindo parte do que escrevemos, pois achamos que o momento é de realmente nos preocuparmos e tomarmos as atitudes necessárias para manutenção de nossa casa planetária. 

O elemento água é a fonte da vida em nosso planeta, pois este possui três quartos de sua superfície coberta por água, o corpo humano é 86% composto de água; mais ou menos 70% de tudo que existe na Terra leva água, tornando-se desta forma o fator predominante da vida no planeta. 

A Umbanda, que trabalha e manipula elementos da natureza, tem por obrigação zelar não só pelas águas, mas por toda natureza, pois esta nos foi confiada para que tirássemos, de forma racional, os elementos necessários para a nossa sobrevivência.

Temos obrigação como Umbandistas de preservarmos as fontes de água existentes em nosso planeta e utilizarmos de forma consciente este elemento indispensável para a nossa sobrevivência. 

Sabemos que na Umbanda alguns médiuns ainda utilizam objetos em seus rituais que agridem o meio ambiente, deixando na natureza coisas que só servirão para poluí-la. É comum nas festas de fim de ano vermos fiéis colocarem nas águas oferendas com perfumes, garrafas, taças, etc, elementos que não serão absorvidos pela natureza, pois não fazem parte dela.

A natureza vem nos alertando a cada ano sobre o que estamos fazendo com ela e as conseqüências que isto pode gerar.

Dentro da Umbanda o elemento água é indispensável em seus rituais, pois sempre veremos nas Giras as entidades trabalharem com algum recipiente que contenha água perto delas, pois a água tem o poder de absorver, acumular ou descarregar qualquer vibração.

Com esta pequena matéria gostaríamos que as pessoas despertassem e transmitissem aos outros a importância da água na natureza para a nossa sobrevivência.  

Que nossa mãe Yemanjá perdoe nossa ignorância por sujarmos tanto o seu reino.


sábado, 21 de fevereiro de 2015

Ser Umbandista

Alguns frequentadores de nossa Casa nos questionam que  apesar do crescimento e da procura pelas pessoas dos terreiros de Umbanda, este aumento praticamente não reflete no levantamento do último Censo.

Nós acreditamos que vários fatores podem influenciar nos números da pesquisa realizada.

Primeiro porque muitas pessoas que frequentam os terreiros não são umbandistas, mas procuram o auxílio dos terreiros, mesmo que estas visitas sejam periódicas, permanecendo em suas religiões de origem, o que é uma opção delas.

Outra questão e esta sim nos deixa muito tristes, é que muitos umbandistas, alguns inclusive membros de correntes, têm vergonha de assumir sua religião de forma pública. Essas pessoas quando são perguntadas sobre seu credo falam de forma muito encabulada que são “espiritas”, ao invés de terem orgulho de falarem que são umbandistas.

Na última pesquisa oficial (2010) a Umbanda representava 0,2% com 407.331 adeptos declarados. Em nossa cidade (Brasília), tivemos um pequeno crescimento no número de pessoas que se autodeclararam como adeptas da religião passando de 3.071 em 2000 para 3.331 em 2010.

 Sabemos que estas pesquisas não refletem o universo real que vemos em nosso dia a dia, mas com certeza é um dado importante e devemos trabalhar sempre com seriedade e honestidade para termos cada vez mais orgulho de nossa Umbanda querida que não explora a Fé e muito menos a dor das pessoas para aumentar o seu rebanho.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Retomando as atividades em 2015


O Centro de Umbanda Caminhos de Luz retoma suas atividades públicas a partir deste sábado 07 de fevereiro.

Na gira de abertura realizada na terça dia 03 (trabalho fechado), o Guia dirigente da casa Sr Caboclo Sete Flechas, orientou que até o mês de abril o calendário da casa sofrerá alterações.

Passando a ser realizado um menor numero de trabalhos públicos por mês(conforme calendário ao lado). Os horários permanecem os mesmos.
Qualquer nova alteração será comunicada


Sejam todos bem vindos ao Centro de Umbanda Caminhos de Luz

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

2015 Saravá Ogum Saravá o Planeta Vermelho




Ogum em seu cavalo branco
Ele vem, ele vem chegando
No terreiro de umbanda
Ele é Ogum, Ogum que vence demanda

O ano de 2015 receberá a maior influência energética de Marte, o quarto planeta a partir do sol, Este astro está ligado à vibração do Orixá Ogum.

O planeta vermelho é conhecido como o planeta guerreiro, seu próprio nome corresponde ao deus romano da guerra.   
       
Ogum é o Orixá guerreiro que, com seus exércitos de almas, faz com que as leis sejam cumpridas, que os caminhos se abram para quem merece, vence as demandas e protege seus filhos.

Ogum está muito ligado a conquistas nas mais diversas áreas, lembrando que Ogum é movimento, determinação.

Tudo aquilo que queremos conquistar de forma honesta e buscamos com determinação, com certeza poderemos pedir a ajuda de Ogum neste ano de sua regência.

         A energia deste poderoso Orixá deve ser utilizada principalmente para vencermos nossas batalhas interiores, vencendo nosso comodismo, preconceitos, medos e superarmos nossas limitações.

         Esperamos que a energia de Ogum nos traga um ano intenso e de muitas transformações positivas ,  pois será um ano em  que teremos que ter  muita força e ação para enfrentarmos os desafios, realizarmos as transformações necessárias para tornarmos esta casa planetária mais justa.





quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Mensagem de Natal


No quadro “A Luz do Mundo” o pintor Holand Hunt mostra Jesus num jardim, à noite, segurando na mão esquerda uma lanterna, e com a direita batendo numa porta.

Ao ver o quadro, um crítico de arte observou:

- Senhor Hunt, esta obra não esta acabada. Falta pintar a maçaneta da porta.

- engano seu explicou o artista esta porta simbologia o coração humano. Só pode ser aberta pelo lado de dentro.

Os Mentores de Umbanda sempre nos orientam a limpar nossos corações de sentimentos como mágoas, ódios, rancor, raivas etc., pois o amor não consegue coexistir com estes sentimentos.

Impedindo assim que Cristo Jesus símbolo máximo do amor entre em nossos corações e como a historia diz, só nós podemos permitir a sua entrada.

No mês de dezembro que comemoramos o nascimento de Jesus, devemos iniciar a nossa reforma interior para permitir que Cristo caminhe junto de nós.


Feliz Natal e um Ano Novo com muita saúde, realizações e muitas alegrias é o que deseja o Centro de Umbanda Caminhos de Luz.

domingo, 23 de novembro de 2014

Umbanda é Magia e Não Mágica

Algumas pessoas procuram os terreiros de Umbanda  pensando que ao  se consultarem com uma Entidade,  esta poderá fazer uma magia e resolver todos os problemas e dificuldades que estão enfrentando., como se tudo pudesse ser resolvido com a realização de um trabalhinho.

Por isso é sempre bom lembrar que a Umbanda não realiza mágicas nem ilusionismos, e que a grande transformação que as Entidades tentam realizar é a de que as pessoas realizem a magia interior, onde o ser humano procura transmutar sentimentos ruins em bons sentimentos, como a ira em paciência, o receio em esperança, a soberba em humildade, etc., para que possam encontrar paz interior.

Magia fascina as pessoas e já presenciamos muitas serem realizadas pelos guias, sempre no intuito de ajudar alguém. 

Lembramos sempre a todos que a magia não é boa nem má, depende da vontade de quem a realiza e que quando uma pessoa pede uma magia má direcionada a alguém, deve lembrar que há leis que regem o universo e que esta energia irá retornar mais cedo ou mais tarde ao seu ponto de origem, acrescentada da dor causada ao seu semelhante.

Sugerimos que ao irem a um terreiro, o façam  com o coração limpo sabendo que serão auxiliados por amigos que só querem o seu crescimento, e que não vão vender ilusões e prometer mágicas em suas vidas. 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Os Pretos Velhos

Abra Meu Terreiro
Abra Meu Congá
Chegou Maria Conga
Que Aqui Veio Trabalhar

Todos os anos realizamos em novembro a gira especial dos Pretos Velhos, Entidades que escolheram esta forma tão cativante de se apresentarem para nos lembrar que temos que ter paciência e humildade.

Milhares de espíritos trabalham nestas falanges se utilizando de nomes como Vovô, Vovó, Tios, Tias, Mães, Pais e outros, sempre nos orientando, nos acalentando.

Escolhemos uma destas Entidades para falarmos um pouco.

Vovó Maria Conga ,uma das Pretas Velhas mais conhecidas não só nos Terreiros de Umbanda como em todos os seguimentos espirituais. Acreditamos que esta Entidade representa muito bem todas as que atuam na Linha de Yorimá.

Uma das histórias de encarnações associadas a nossa querida Vovó Maria Conga conta sua passagem pelo Brasil.

“Nasceu na África, em 1792. Junto com a família, chegou ao Brasil num navio negreiro, em 1804, desembarcando na Bahia. Separada dos pais e dos irmãos, foi vendida para um senhor de engenho em Salvador e batizada com o nome de Maria da Conceição.

Aos 18 anos, chegou a Magé após ser vendida para um alemão no porto de Piedade.

Com 24 anos, foi vendida novamente. Desta vez, para o conde alemão Ferndy VonScoilder. Maria Conga ganhou a liberdade 11 anos depois.

Aos 35, ela fundou o quilombo para proteger os refugiados. Aos mais próximos, contava ter sido estuprada pelo senhor de engenho e que ele tinha tomado o corpo dela, mas não a alma. Morreu em 1895. Em 1988, Magé proclamou Maria Conga heroína da cidade.

Esta guerreira se encontra sepultada na Igreja de N.Sra.da Piedade de Inhomirim em Magé, onde ainda existe sua certidão de óbito 5/10/1895.


Frase de Maria Conga..
"Capturaram meu corpo , mas minha alma seguirá Livre pela eternidade"


.

Existem outras histórias de vidas passadas desta Entidade que também contam sua trajetória no Brasil.



No Dia 08 de novembro estaremos realizando a Gira especial em agradecimento a todas estas entidades que se mostram amorosas e ao mesmo tempo forte, mas sempre com palavras de muito amor e fé.